Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

O clube do Morumbi depositou ao Orlando City 30% da dívida e espera o clube da Califórnia aceitar parcelar o resto do valor em seis parcelas,

O São Paulo iniciou a semana com uma má notícia. O clube foi informado que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o recurso apresentado pelo Tricolor e manteve a condenação do valor da dívida de aproximadamente R$ 6 milhões com o Orlando City, ainda sob o contrato de empréstimo do ex-jogador Kaká, em 2014.

O clube paulista efetuou na semana passada o pagamento de 30% do valor, que atualizando atualmente para quase R$ 2,1 milhões, e fez a tentativa de negociação do restante da dívida em seis parcelas de R$ 621,7 mil, como previsto em lei. O clube estadunidense terá que se manifestar sobre a proposta de parcelamento, o que ainda não fez. Não cabe mais recurso após a decisão do STJ.

Essa negociação já vem se arrastando por meses, o clube já havia sido condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e recorreu ao Superior Tribunal. Em fevereiro, o caso transitou em julgado.

A dívida se deu, devido uma cláusula que previa que o São Paulo pagaria ao Orlando uma parcela do incremento de bilheteria que conseguisse nas partidas em que Kaká atuasse. O meia atuou, naquela temporada, em partidas do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana naquele ano. Foram três gols em 24 partidas com a camisa Tricolor.

Post anteriorSão Paulo e José Roberto Guimarães fazem acordo e Tricolor começa a pagar dívida com o vôlei
Próximo PostBetsul é o novo patrocinador do São Paulo
Diego Monteiro, 33 anos, paranaense da cidade de Cascavel, jornalista apaixonado por futebol, São Paulo FC e resenha onde tenha cerveja gelada. Quero ser a voz do são paulino que ecoa nas arquibancadas do Morumbi. Sigam-me os loucos por futebol, que a resenha já está formada.