Tchê Tchê fala sobre 'treta' com Fernando Diniz:
Foto: Reprodução / Globo

No dia 07 de janeiro deste ano, o São Paulo foi à Bragança Paulista enfrentar o RB Bragantino pelo Campeonato Brasileiro e foi derrotado por 4×2, mas o que marcou este jogo foi a ‘treta’ que aconteceu entre o Tchê Tchê e o técnico Fernando Diniz.

Na ocasião, o treinador chamou o jogador de “ingrato”, “mascaradinho” e “perninha” durante a partida. O atleta, por sua vez, continuou no jogo e não respondeu, marcando um dos gols do Tricolor neste dia.

Até o momento, Tchê Tchê não tinha se pronunciado sobre o assunto, mas em participação no ‘Pod Pah’, ele deu a sua versão do ocorrido.

“Quando aconteceu tudo, a gente tava numa fase, falando do São Paulo, buscando por título. Então, a minha decisão foi deixar a Instituição falar mais alto do que eu, o Tchê Tchê, ou o Diniz. Estávamos disputando um título que fazia tempo que não ganhava e foi um bagulho que me deixou mal”.

E completou: “Eu fui criado de uma maneira para sempre respeitar as pessoas, nunca faltei com respeito, nunca xinguei ninguém, tanto que no episódio eu poderia ter virado e xingado e eu não fiz isso, eu mantive a minha postura no dia a dia. É que isso não fez mal só pra mim, porque eu já escutei coisas piores, mas aí depois do jogo você vê a proporção que o bagulho tomou, em casa todo mundo mal, seu pai te liga chorando, é totalmente na contra mão dos princípios que eu fui criado. Não sou mala, não sou perna, não sou arrogante”.

“Acho que perdemos o título ano passado logo após aquele ato que o Fernando Diniz fez comigo, no vestiário era pior ainda o que ele fazia com os jogadores cobrando, mas é o jeito dele, não tenho nada contra, foi o que cara me colocou no futebol em 2016”.

Tchê Tchê ainda disse que o clube não lhe deu um respaldo sobre o ocorrido e que mesmo que tenha conversado com Diniz, não se sentiu mais à vontade.

“Ele foi mal naquilo, tanto é que depois a gente conversou e eu não me senti à vontade, ninguém me protegeu no clube, ninguém tomou à frente”.

Confira abaixo ou clicando aqui:

Veja a fala completa do Tchê Tchê abaixo ou clicando aqui:

Post anteriorVote no melhor jogador do São Paulo do mês de Agosto/2021
Próximo PostJunior Tavares deixa o São Paulo
Vanessa Dias, 25 anos e sou de Araras, interior de São Paulo. Formada em Relações Públicas, especialista em Mídias Digitais e apaixonada por futebol desde que me conheço por gente. Sou parte do time desde o começo de 2018, onde trabalhamos todos os dias para que a torcida esteja sempre em conexão com o clube do coração.