Está na hora do Alexandre Pato voltar a enganar na China

Dois tempos é a coluna semanal do Mário Pravato, publicada normalmente às quartas. São dois assuntos diferentes e às vezes pode acontecer uma prorrogação e até mesmo uma disputa por pênaltis! Clique aqui e veja todas as edições da coluna.

O que falar sobre Alexandre Pato?

De grande promessa do futebol brasileiro, inclusive colocado na capa da Revista Placar, como um dos “pilares” do sonhado Hexa em 2014 (não só ele, Ganso também estava lá…), Alexandre Pato virou mais um.

Setecentos mil reais por mês, além de 8,4 milhões de reais referentes à luvas somente neste ano, além da repetição deste valor em 2021 e 2022…

Esse é o GRANDE Alexandre Pato, jogador mediano, que eu posso encher a boca para falar: FRACASSADO em termos futebolísticos. Não para em nenhum lugar, não é cogitado nem para time mediano da Europa, pois os europeus sabem que só suga dinheiro e pouco entrega em campo.

Não pode criticar

Mas preciso maneirar nas críticas, caso contrário algum perfil são-paulino nas redes sociais vai ficar de mal comigo, já que lambem este jogador todos os dias, seja no Instagram ou Twitter.

Lambem por qual motivo? Qual título Alexandre Pato conquistou com a camisa do São Paulo? Qual grande jogo teve nesta sua segunda passagem?

Pato não gostou das críticas que o nosso colunista Felipe Morais fez em fevereiro, fez um comentário em nosso Instagram e depois apagou.

A coluna do Felipe segue viva e eu apoio em 100%!

Volte para a China

Pato gosta de dinheiro. Futebol para ele é apenas um meio para conseguir isso. Já está milionário, casado com a filha de um dos homens mais ricos e poderosos do Brasil, não precisa mais jogar, não precisa se dedicar, não precisa correr.

Zé Roberto, aquele que meteu dois gols no Tricolor ontem, fez um treino com o time do Mirassol após viajar mais de 12 horas de avião. Sequer deve ganhar 20 mil reais. Exemplo de dedicação! Guerreiro e merece demais estar nas semifinais do Paulista.

E o Pato? Vai tirar por ano mais de 16 milhões de reais entre salários e luvas. Não merece 500 mil por ano, não entrega valor em campo e muito menos fora dele.

Que a China leve o Pato de volta para lá, para que ele possa enganar no futebol chinês com seus milhões de euros no bolso. E para o São Paulo, fica a lição para o futuro: pare de se amarrar a jogador badalado, já ficou claro que não dá certo e a próxima bomba se chama Daniel Alves, principalmente em termos financeiros!

E amanhã eu volto para falar sobre o time do São Paulo e mais uma vergonha…


Mário Pravato Junior

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: