Sub-20
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Com a chegada de um novo presidente, assumindo um compromisso de aumentar a utilização da base, criando sistema de jogo igual para base e profissional, só aumenta o “hype” para 2021

Ano novo vida nova. Essa é a frase clichê que escutamos todos os anos. E no São Paulo ela será aplicada em partes. A base do Tricolor Paulista teve seus altos e baixos. A equipe conseguiu avançar em algumas competições. Se qualificou para as quartas de final do Brasileiro da categoria, mas ficou para atrás ao perder para o Athletico-PR.

Na Copa do Brasil Sub-20, também deixou o sonho do título nas quartas de final, sendo eliminado pelo Bahia. No Paulista também não avançou. Mas o que podemos observar e levar para uma temporada 2021 ser melhor?

Os nossos atletas estão em constante evolução e para isso precisam ser assistidos mais de perto. A chega do Muricy, que tem uma grande bagagem no futebol, trará um aprendizado maior e também será uma troca de experiências e representatividade. É de responsabilidade do clube formar o atleta nos fundamentos e caráter. Vejo um ano de muita evolução para os nossos meninos de Cotia.

Em entrevista, o recém presidente eleito do São Paulo, Julio Casares, afirmou que o sistema de jogo implantado no profissional, conduzido pelo Diniz, será aplicado gradualmente na base. Criando uma identidade de jogo, facilitando as subidas do juniores ao profissional do clube. Constantemente, Diniz tem convocado os meninos da base.

O atacante paraguaio Galeano, que jogou muito bem na última temporada, marcando 20 gols, é uma grata surpresa. Outra peça, que vem se destacando e até foi convocado para a seleção de base, é Welington, jovem lateral-esquerdo. Seu ótimo vigor físico e boa obediência tática, agradaram Diniz. O lateral em 2020, entrou em campo no jogo pelo Campeonato Paulista, na derrota do São Paulo diante do Botafogo-SP por 1 a 0.

Para o meio de campo, o time sub-20, já alguns anos conta com bom futebol de Antonio Falcão. O atual camisa 8 tem feito boas partidas e precisa ser lapidado e ser acompanhado de perto. O jovem atleta tem um perfil de meia clássico. Jogador com bom passe, o famoso “pifador”, que anda extinto no futebol atual. Olho nele.

O sub-20 ainda conta com bons atletas como Vitinho que na reta final das competições do ano passado, tem crescido e marcado gols importantes. Cotia também conta com outros bons atletas como: Juan, Sena, Marco Junior, Beraldo. Além desses jogadores, temos também jogadores do sub-17, que também estão se destacando, e ainda estão em disputa nessa temporada, que ainda não acabou devido as paralisações do meio de ano por conta da Covid-19.

A base do São Paulo é forte, precisa manter o trabalho. O atual técnico Orlando Ribeiro está fazendo um belíssimo trabalho e sabe usar muito bem seus meninos e o ano de 2021 promete um time ainda mais competitivo e obstinado a vencer.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC