Empresário de Arboleda quer processar o SPFC e invalidar renovação com o atleta

Uma das notícias mais esperadas pela torcida do São Paulo nas últimas semanas era a confirmação da renovação do zagueiro Arboleda em negociações que já se estendiam há meses.

A renovação aconteceu nesta última quinta-feira (23) e foi divulgada pelo clube nas redes sociais que o jogador permanece no clube até 2024. No entanto, esta história parece que não teve o capítulo final.

Segundo o LANCE!, um representante da empresa Euro Futs, Jakcson Trindade, quer processar o São Paulo alegando que tem uma procuração para responder em nome do jogador no Brasil e que o empresário indicado por Arboleda, José Chamorro, com quem o clube negociou, não possui registro na CBF e nem possui a autorização para representar atletas no país.

O São Paulo orientou Jackson a entrar em contato com o departamento jurídico do clube e, com isso, a Euro Futs tem a intenção de entrar com uma ação para que a renovação do atleta seja invalidada. Assinado em abril do ano passado, o acordo entre a empresa e o Arboleda é válida até abril de 2023.

As negociações pela renovação do zagueiro foram se estendendo e um dos motivos era justamente esse, visto que a Euro Futs e a Kirin Soccer afirmavam ter procurações para representar o jogador. Todavia, a indicação do atleta era para que o clube conversasse com José Chamorro.

Portanto, as questões envolvendo a renovação de Arboleda com o Tricolor podem se estender por mais um período. O antigo vínculo do atleta terminaria ao final deste ano, ou seja, caso não acontecesse a renovação ele poderia assinar um pré-contrato com outro clube a partir de 1º de janeiro de 2022.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você concorda com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais