Ex-lateral direito Ilsinho se aposenta do futebol
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Hoje nos Estados Unidos, com 36 anos, Ilsinho é muito querido no São Paulo Futebol Clube. Bicampeão brasileiro consecutivo pelo clube, com duas passagens, o lateral-direito relembrou o tempo em que jogava no Brasil em entrevista concedida ao Marcelo Hazan, em uma live da Twitch.

– O que eu vou falar não é mentira. Nós, na base do Palmeiras, ganhávamos entre 180 e 380 reais por mês, com contrato profissional assinado. Na base dos rivais, os moleques ganhavam entre 5 mil e 7 mil reais e tinham carro. Nenhum do Palmeiras tinha carro. Era metrô e trem – relata Ilsinho.

O jogador falou sobre curiosidades da época e disse que, na infância, era corintiano. Mas, a despeito disso, sempre quis jogar pelo Tricolor.

– Eu era corintiano, joguei a minha base inteira pelo Palmeiras, mas sempre quis jogar pelo São Paulo. Treinávamos na Barra Funda, olhávamos o São Paulo treinar e invejávamos a estrutura. Mesmo estando em um time grande, mas quando comparávamos à estrutura do outro, dava vontade de jogar lá – completou.

Mesmo com a concorrência grande, com Souza e Leandro jogando no time de Muricy, Ilsinho arriscou e foi feliz no São Paulo. E contou com a sorte, já que Reascos e Maurinho tiveram problemas de lesão e ele conseguiu se firmar na equipe.

Na última semana, no 12 de outubro, Ilsinho fez aniversário e o São Paulo comemorou nas redes sociais.

Post anteriorNicola confirma que São Paulo recebeu visita de importante empresário saudita
Próximo PostArboleda retorna ao São Paulo e é comandado pela primeira vez por Ceni
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.