Luís Henrique seria o plano B para o caso Soteldo
Foto: Vítor Silva/Botafogo

Apesar de o presidente Júlio Casares ter indicado que o São Paulo havia se fechado para o mercado de contratações, a verdade não seria bem essa. O clube estuda nomes, em caso de oportunidades de mercado, para suprir os pedidos do técnico Ceni – mormente no ataque e na defesa. E o plano B da diretoria para Soteldo, ao que parece, era um desses casos: Luís Henrique, ex-Botafogo. As negociações, contudo, esfriaram.

Maior venda da história do Botafogo, o atacante rápido de 21 anos atenderia aos anseios de Rogério para o setor ofensivo. Pouco utilizado pelo técnico Sampaoli no Olympique, Luís Henrique estaria disponível para empréstimo – o que, de logo, chamou a atenção do São Paulo. O técnico anterior do time francês, André Villas-Boas, também havia criticado o brasileiro em suas declarações.

Nós sentimos falta de um nove de referência. Luis Henrique não será o jogador que a gente imaginava para atuar nessa posição“, disse o português, à época.

Ao que tudo indica, as negociações não prosperaram e o Tricolor desistiu do negócio. Essa é a informação do jornalista André Plihal, da ESPN. Veja abaixo ou clique aqui.

A mesma informação foi dada pelo jornalista Jorge Nicola, que afirmou que o coordenador Muricy Ramalho havia jogado a toalha com relação a uma contratação importante. Seria a de Luís Henrique. Confira abaixo ou clique aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorVitor Bueno deve assinar rescisão de contrato com o São Paulo nos próximos dias
Próximo PostPatrick fala como pode ser utilizado no São Paulo
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.