Foto: reprodução

O presidente do São Paulo Júlio Casares deu entrevista exclusiva à Central do Mercado, do Globo Esporte. Entre muitas outras situações, destacou que o clube está praticamente fechado em relação a novas contratações – inclusive, descartou a contratação de Soteldo. Além disso, quando questionado diretamente por nomes como Bruno Viana, Ferreirinha e Ocampo, descartou, de logo: “Não tem nada“, disse.

A todo instante, nomes são ventilados no clube do Morumbi. Confrontado com alguns deles, o presidente sorriu e indicou que boa parte é apenas especulação da mídia. Júlio Casares enfatizou, por exemplo, que Ferreirinha tem contrato vigente com o Grêmio e que a multa rescisória seria inviável para qualquer clube no Brasil. E apontou que a atuação do São Paulo no mercado se dá de forma transparente, na medida em que não negocia de forma sorrateira ou dando “chapéu” em outros clubes.

Todos esses jogadores, Ocampo, por exemplo, todos passam por uma análise que não são só técnica e financeira. Existe uma análise de perfil, que passa pelo perfil técnico, de grupo, de comportamento. Às vezes você não quer um jogador pode ser brilhante, mas ele pode ser muito ruim para o elenco, para o vestiário, para o dia a dia“, disse o presidente.

Essa opinião, inclusive, vai ao encontro do que foi apurado pelo Globo Esporte há algumas semanas. De acordo com o site, o São Paulo teria deixado de analisar a contratação de Brian Ocampo justamente por problemas comportamentais tidos pelo jogador ao longo da última temporada. O que também fora apontado em outros meios de comunicação.

Eu entendo que às vezes blogs, influencers, jornalistas… Respeito todos. Mas tem pessoas, e é uma minoria, que são caça-cliques, e colocam contratações que nós nunca conversamos com atletas ou empresários. E sabemos que nesse jogo tem interesse de empresário e de clubes para tentar disponibilizar o atleta A, B, ou C. Se eu for ver o que saiu depois do Brasileirão, deveria ter uns 30 atletas contratados pelo São Paulo. E isso é complicado porque gera uma expectativa no torcedor. Praticamente o elenco está fechado“, disse ele.

Sobre Bruno Viana, o presidente foi enfático:

Não existe nada, nada, nada. É mais um nome que surgiu na mídia. Não existe“, disse o presidente.

O presidente garantiu que o São Paulo está atento, mas que praticamente está já com as contratações fechadas no mercado. E explicou, para os anseios da torcida sobre planos alternativos, que o time sempre trabalha com várias opções. Mas que o “material humano” fornecido ao técnico Rogério Ceni é de qualidade e suprirá as demandas.

O São Paulo analisa todas as questões. O São Paulo tem planos A, B, C… por Soteldo. Se temos uma dificuldade com o atleta, ele está correndo por fora em outras questões. A contratação do Nikão é um exemplo disso. A gente fala que a fila anda. Às vezes se tem uma contratação que caminha, mas que não pode fazer aquele investimento, há a opção B, C, D… Mas a atuação nossa no mercado está praticamente fechada, completou Casares.

Confira a entrevista completa do presidente abaixo ou clicando aqui.

Post anterior“Não temos mais negociação com o Soteldo”, afirma presidente do São Paulo
Próximo PostSegundo Casares, Pablo não faz mais parte dos planos futuros do São Paulo
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.