Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

No último dia 7 de dezembro, um grupo de quatro oposicionistas (Denis Ormrod, Pedro Baggio, Carlos Norberto Canata e Alberto Carlos Ferreira) propôs uma demanda na justiça, com pedido liminar, no afã de impedir a reunião extraordinária do dia 16 – tida como golpe. A informação é do Blog do Paulinho.

De acordo com a apuração, a demanda foi distribuída para a 13ª Vara Cível do Butantã, com a numeração 1007807-81.2020.8.26.0704, que pode ser consultada no site do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e acompanhada no portal eletrônico do Jusbrasil.

Consoante os trâmites processuais ordinários, o pedido pela suspensão da reunião deve ser apreciado liminarmente, já que o mérito em si da demanda versa sobre fraudes ocorridas no último processo eleitoral de conselheiros do clube. A reunião, outrora marcada para ser presencial, foi alterada e será remota.

Clique aqui e confira quais mudanças no Estatuto do clubes serão votadas de maneira online.

Post anteriorSão Paulo decide não renovar com William
Próximo PostVeja quais jogadores não permanecem no São Paulo para 2022
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.