Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Dos últimos onze técnicos do São Paulo, apenas três tiveram um aproveitamento pior do que os 44,4% do argentino Edgardo Bauza. Foram exatas 17 vitórias, 13 empates e 17 derrotas. O olhar sobre os números frios esconde o valor real da passagem do Patón, que só venceu 2 dos seus 24 jogos fora de casa com o Tricolor. Curiosamente, uma das eliminações mais vexatórias do clube também ficou por conta dele: 1×4 diante do Audax de Sidão, Diniz, Tchê Tchê e Ytalo – que iriam desembarcar também no São Paulo no futuro.

Porém, a despeito dessa carga negativa, Edgardo Bauza foi responsável pela última jornada gloriosa do São Paulo na Copa Libertadores da América. E olha que também no torneio continental as coisas demoraram a acontecer: na estreia, uma derrota em casa para o The Strongest. Na sequência, dois empates, contra River e Trujillanos. E aí que entrou o resgate de Bauza: resgatando o espírito perdido da equipe, o treinador cravou uma improvável vaga ao vencer o River Plate e o The Strongest, além de um empate heroico contra o Trujillanos, em que Maicon, zagueiro, teve que jogar os minutos finais no gol.

Naquela campanha, Edgardo Bauza só parou no campeão Atlético Nacional, nas semifinais, quando um empolgado São Paulo recebeu um balde de água fria e tomou 2×0 em pleno Morumbi no jogo de ida, após a expulsão de Maicon. Na volta, apesar de o Tricolor ter saído na frente com Calleri, o time colombiano conseguiu a virada com mais dois gols de Borja – que havia marcado também os dois tentos no Morumbi. Após a eliminação, o técnico teve altos e baixos no clube. Estava em 10º lugar no Brasileirão, com 23 pontos, quando foi chamado para treinar a Argentina.

O lendário treinador, que conseguiu ser um dos quatro comandantes a ganhar duas Libertadores por dois times distintos – LDU e San Lorenzo -, decidiu encerrar a carreira após a passagem pelo clube que iniciou a sua trajetória: o Rosário Central. Ele também conseguiu outro feito, dessa vez, inédito: chegou em quatro semifinais de Copa Libertadores por quatro equipes diferentes.

Veja abaixo ou clicando aqui:

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorOuvidoria da PM confirma possibilidade de retorno de bandeiras e mastros aos estádios paulistas
Próximo PostDe laser da NFL a câmara hiperbárica: confira os novos equipamentos que irão modernizar o São Paulo
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.