TJ determina que São Paulo pague dívida milionária em venda de Paulo Henrique Ganso

Foto: Mailson Santana/Fluminense

A situação financeira do São Paulo é declaradamente complicada. Em entrevista recente à ESPN, o presidente do clube, Júlio Casares, afirmou que apenas em um projeto de cinco anos poderia haver uma estabilização do montante. Como se não bastassem os problemas atuais, ainda existem as questões antigas; nesse diapasão, o Tribunal de Justiça do estado de São Paulo determinou que o clube efetue o pagamento de 3,9 milhões de reais para a empresa DIS Esportes, referentes à venda de Paulo Henrique Ganso.

A situação remonta ao ano de 2016, quando o São Paulo vendeu Ganso ao Sevilla, da Espanha, por 9,4 milhões de euros. A dívida originária, referente ao percentual da DIS Esportes, era na casa dos 500 mil euros, em um parcelamento efetivado pelos direitos econômicos do atleta. Como o clube não cumpriu com o acordado, segundo a empresa, a quizila foi parar na Justiça – motivo pelo qual correm juros e correções. Ainda cabe recurso. Confira a apuração completa do UOL Esportes clicando aqui.

Copa do Mundo no AT
Classificação dos grupos da Copa do Mundo
Você sabia que o Brasil nunca venceu uma Copa sem jogadores do SPFC?
Últimos jogadores do São Paulo a jogarem uma Copa do Mundo
Quem são os ex-São Paulo convocados por Tite para a Copa

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia