Welington ou Reinaldo? Quem será o dono da lateral-esquerda?
Erico Leonan / saopaulofc

Jovem lateral está recuperado de lesão muscular e deve brigar pela posição com Reinaldo no duelo contra o Fortaleza na Arena Castelão

O treinador Hernán Crespo fez uma pequena reclamação no último domingo após a derrota contra o Fluminense. O argentino lembrou que o time não conseguiu recuperar nenhum atleta que estava no departamento médico durante os 14 dias que o time teve de intervalo.

Porém, para o duelo contra o Fortaleza, o treinador deve ter uma boa notícia. O jovem Welington deve estar de volta as opções de jogo. O jogador teve uma lesão na coxa esquerda no duelo de ida contra o Palmeiras pela Copa Libertadores e desde então vem recuperando no REFFIS.

Durante os dias em que Welington se recuperava, Reinaldo foi o titular da equipe. No último domingo, contra o Fluminense, no Maracanã, inclusive, o camisa 6 balançou as redes em cobrança de pênalti.

A lateral-esquerda vem sendo um ponto positivo na temporada do São Paulo. Seja com Reinaldo ou com Welington, a equipe tem boas alternativas. O camisa 6 tem muitas qualidades ofensivas e é o líder da equipe em assistências, enquanto o jovem oferece a Crespo um jogo intenso tanto na defesa quanto no ataque.

Completamente recuperado, Welington voltou a ser relacionado no último domingo, contra o Fluminense, após participar sem limitações dos treinamentos do time, mas não entrou no jogo. Aos poucos, o garoto vai retomando a plenitude de sua forma física e dando a Hernán Crespo mais uma opção para o restante da temporada, em que o técnico contará com um elenco bem mais ‘recheado’.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC: 
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – BetChamps
Conheça a nossa Loja

Publicidade
Post anteriorFortaleza não vence desde a vitória contra o Palmeiras no Allianz Parque
Próximo PostNegociação com Dani Alves ganha tensão com o passar do tempo
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.