Julio Casares
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Acredito que todos vocês estão me xingando agora, pois sequer terminamos o mês de março no ano de 2022 e o chato do colunista já está cobrando planejamento para 2023. Calma, sigam a minha linha de raciocínio e vocês entenderão o quanto isto é necessário para ontem e não apenas para ser discutido no segundo semestre deste ano.

Qual será o técnico em 2023?

Esta pergunta sequer deveria ser feita, mas em se tratando de futebol brasileiro, periga o São Paulo começar 2023 com um segundo ou terceiro nome após Rogério Ceni. Não é defesa do M1TO, mas o São Paulo precisa manter seus treinadores por um período suficiente para que o trabalho do técnico aconteça, e que o mesmo possa montar o seu próprio time, sem que herde os refugos dos últimos treinadores e fique por assim mesmo.

Isto deveria ter acontecido com o Ceni em 2017, depois com o Aguirre em 2018, com Crespo em 2021 e por aí vai. Este é um tema que eu sempre gosto de bater neste espaço, pois é incrível como o São Paulo virou uma máquina de moer treinadores nos últimos anos (em defesa do SPFC, isto faz parte da cultura do futebol brasileiro, péssima, por sinal).

O planejamento 2023 deveria ser muito claro: o treinador da temporada continuará sendo Rogério Ceni, independente dos resultados obtidos dentro de campo, exceto caso o próprio busque a rescisão de seu contrato e não queira permanecer à frente do comando técnico do Tricolor Paulista.

Como será a pré-temporada em 2023?

Este ponto já foi criticado por Rogério Ceni nesta temporada e é algo que precisa ser bem planejado para 2023. Não dá para o São Paulo continuar com a mesma pré-temporada dos últimos anos. Chega a ser sacanagem chamar o que é feito todo começo de ano de “pré-temporada”. Não dá para o time titular estrear no Paulistão com 15 dias de trabalho. Não dá para em pleno março acompanharmos alguns titulares fora da forma física.

A pré-temporada 2023 tem que ser bem feita, com os titulares sendo colocados no CFA de Cotia em concentração por pelo menos 15 dias, isto após os 15 primeiros dias no CCT da Barra Funda, após exames médicos e treinamentos físicos.

“Mas Mário, e o Paulistão?”, já que a Federação Paulista está pouco preocupada com o seu produto, o São Paulo de Júlio Casares e Carlos Belmonte tem que botar o p#& na mesa e colocar o sub-20 para atuar nas primeiras rodadas do torneio, assim como o Athletico costuma fazer e como o Grêmio FBPA também já fez em algumas oportunidades.

Essa ação gera impactos no futebol da base, pois será necessário utilizar o sub-17 na Copinha em janeiro, mas será uma grande oportunidade tanto para o sub-20 mostrar o seu valor no Paulistão, como para o sub-17 mostrar o seu preparo contra o sub-20 dos adversários na Copinha.

Contratações

Com a manutenção do treinador, fica muito mais fácil contratar para a temporada seguinte, não? O treinador depois de uma temporada completa, sabe quais são as deficiências do elenco e principalmente, sabe com quem não pode contar na hora da decisão.

Quero aproveitar o espaço para novamente criticar as péssimas contratações realizadas pelo São Paulo nos últimos anos. Será possível que ainda veremos o clube realizando péssimos negócios como Orejuela, Everton Felipe e Nikão? Quem gera Nathan e João Moreira nas categorias de base, não tem qualquer necessidade de ir ao mercado trazer um Igor Vinícius ou um Orejuela.

Com um trabalho à longo prazo, o time ganha “corpo” ao longo da temporada e inclusive é muito mais fácil inserir um negócio de momento, como hoje seria uma possível chegada de David Neres, por exemplo.

O que vai acontecer na realidade?

Nada. Nenhum planejamento será feito com antecedência. Talvez em novembro eles comecem a pensar em 2023. Talvez, com muita sorte, o técnico da próxima temporada ainda seja Rogério Ceni, porém o São Paulo segue sendo gerido por amadores. Meus devaneios sobre o São Paulo seguem vivos, mas a cada semana se tornam cada vez mais útopicos… Daquela lista, a única que eu queria hoje, era a compra da SAF do São Paulo pelo City Football Group, apenas isto…


*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anterior“Não sou fã absoluto do São Paulo como Abel Ferreira”, diz Arnaldo Ribeiro
Próximo PostCom Luciano, São Paulo está escalado para o duelo contra o São Bernardo
Um dos fundadores do Arquibancada Tricolor, fã do M1TO Rogério Ceni e amante do bom futebol. Tenho perdido algumas horas de sono vendo NBA e NFL.