Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Na noite dessa quinta-feira (29), o São Paulo conseguiu mais uma vitória, a oitava consecutiva. O triunfo diante do Rentistas (URU) não só garantiu a liderança do Grupo E da Libertadores, como também contribuiu para que o clube tivesse um desempenho similar ao último ano em que conquistou um título.

O time comandado por Hernán Crespo venceu todos os jogos desde que o futebol voltou a ser autorizado no Estado de São Paulo, seis pelo Campeonato Paulista e dois pela Libertadores. Em 2012, a equipe treinada por Ney Franco chegou a ter uma invencibilidade de 14 partidas (12 vitórias e 2 empates). Naquele ano, o Tricolor faturou a taça da Copa Sul-Americana. Após essa conquista nenhuma outra (de primeira grandeza) pintou na sala de troféus do Morumbi.

Outro fator que parece convergir entre as duas campanhas é a quantidade de gols marcados. O São Paulo encerrou a temporada de 2012 com 139 gols marcados em 78 jogos (média de 1,78 gols por jogo), melhor marca se olharmos para os últimos 10 anos. O elenco de Crespo anotou 30 gols em 12 jogos (média 2,5) e se seguir assim, a tendência é superar essa quantidade obtida há 9 anos.

Ainda é cedo para dizer até onde essa equipe vai chegar, mas o início é para animar até o torcedor mais pessimista.

Post anteriorSão Paulo vence o Rentistas e segue 100% na Libertadores
Próximo PostSemana de pouco destaque dos emprestados
Formado em jornalismo pela Faculdade das Américas. Sempre amei escrever e sempre amei o São Paulo Futebol Clube. Essas duas paixões me motivam a produzir conteúdo sobre o meu time do coração. Mas eu também gosto de falar política, história e entretenimento. Porém, já aviso que minhas opiniões não são simples a respeito de nada. O mundo é complexo e eu não sou diferente.