Juíza admite erro na única derrota do São Paulo no Paulistão
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

16 jogos, 4 empates e apenas 1 derrota. Essa foi a brilhante campanha do Tricolor no Paulistão 2021, que terminou com a vitória por 2×0 no Palmeiras no Morumbi. O único revés, todavia, é relembrado de forma amarga pela torcida do São Paulo. Contra o Novorizontino, fora de casa, o time perdeu a invencibilidade e a possibilidade de ser campeão sem derrotas.

O jogo foi marcado por decisões polêmicas da arbitragem. Uma delas, em especial, deixou os são-paulinos furiosos: um pênalti em Luciano, já no final do jogo, não foi dado após uma longa consulta ao VAR. O erro foi de tamanha grandeza que a própria Federação Paulista de Futebol, no dia seguinte, emitiu nota admitindo-o.

“Após análise do lance ocorrido na partida Novorizontino e São Paulo, neste sábado (13), a Comissão de Arbitragem identificou falhas de interpretação da arbitragem em campo e de procedimento do VAR. O equívoco no lance é claro e óbvio. As imagens deveriam ter sido revisadas imediatamente por meio da área de revisão em campo para correção da decisão”, denotou a entidade.

Agora, passados seis meses da confusão, foi a vez de a juíza da partida, Edna Alves, reconhecer que prejudicou o São Paulo.

“Eu não vi. Falei para o VAR que estava em dúvida porque não tinha conseguido enxergar. Ele me disse que não havia sido pênalti, e eu segui. Ali, desabei. Falei para meus colegas: ‘Eu errei, foi pênalti’. Eles tentaram me consolar dizendo que o VAR havia me dito que não. Mas eu estava vendo no vídeo, foi pênalti, sim. E eu não dei”, relembra a árbitra, com pesar.

Edna, inclusive, teve que passar por terapia e viveu períodos conturbados após o acontecimento.

“Esse lance me machucou. Fiquei deprimida, em uma fossa absurda por meses. Precisei de terapia para me recompor daquele dia, e essa é a primeira vez que falo sobre isso abertamente. Foi um erro inadmissível, eu me posicionei mal e não consegui ver. Não gosto de errar, ainda mais desse jeito”, disse ela, que ainda ressaltou ter pedido desculpas aos jogadores do São Paulo quando os reencontrou.

Relembre abaixo ou clicando aqui os principais lances deste confronto entre São Paulo e Novorizontino:

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorHoje tem mais São Paulo x Atlético-MG: dessa vez, pelo Brasileirão Sub-20
Próximo PostSão Paulo tem apenas dois zagueiros com contratos mais longos; Veja a situação de cada um
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.