Mauro Cezar:
Rummens

Neste domingo (03), o São Paulo entra em campo para encarar o Palmeiras, pela final do Campeoato Paulista. A equipe tem uma boa vantagem após a vitória por 3 a 1, na última quarta-feira, no Estádio do Morumbi.

A grande final da competição foi tema do debate no programa Posse de Bola, do portal UOL. Entre as análises, o jornalista Mauro Cezar Pereira comentou sobre a postura que o time deve ter no confronto.

“O Palmeiras jogar em cima de qualquer adversário, que não seja um time pequeno, buscando o gol não é o roteiro normal. Mesmo em casa contra o São Paulo, o normal seria o Palmeiras não se abrir, não se lançar ao ataque, mas é provável que o São Paulo adote essa postura e tire o Palmeiras da zona de conforto dele. O São Paulo jogar dentro do campo do Palmeiras é tudo que o Abel Ferreira vai querer, então o São Paulo vai chamar o Palmeiras”, destacou o jornalsita.

Segundo o Mauro, o Tricolor deve ter outra postura em relação a o primeiro jogo. No Morumbi, o time de Rogério Ceni mandou no jogo, teve posse de bola e jogou com linhas altas e pressionou o Palmeiras a todo momento, com isso, criou grandes dificuldades para o time de Abel Ferreira.

“É muito provável que o São Paulo force o Palmeiras a ter a postura que ele não está acostumado e nitidamente não gosta, porque não é um time treinado para isso, mas é provável que esteja trabalhando nessa direção, para tentar mudar seu comportamento, se adequar à necessidade do jogo e buscar o resultado”, analisou o jornalista.

A final será disputadda neste domingo (03), às 16h, no Allianz Park. O São Paulo tem a vantagem do empate e também pode perder por até um gol de diferença que comemorará o título do Paulistão.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorRogério Ceni: “Se acontecer (o título) será muito especial”
Próximo PostRogério Ceni comenta sobre objetivo do São Paulo na temporada 2022
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.