#NotíciaAT – Militão rende ao SPFC o que se perdeu saindo da Libertadores

A venda de Militão do Porto para o Real Madrid, selada na noite desta última quarta-feira, caiu como uma luva para o São Paulo. O jogador foi vendido aos portugueses por cerca de R$18 milhões, e foi até considerada uma boa negociação, tendo em vista que Militão já havia recusado quatro propostas de renovação e estava a ponto de poder sair de graça, já que estava em final de contrato com o São Paulo. Além disso, o São Paulo segurou 10% dos direitos para uma possível venda do Porto para outro clube europeu.

Foi justamente esta fatia que serviu como uma luva ao Tricolor. O Porto vendeu Éder Militão ao Real Madrid por cerca de R$215 milhões, levando R$29 milhões aos cofres do São Paulo, já que detinha 10% dos direitos + 3,5% por ser clube formador.

Este valor é praticamente o mesmo que o São Paulo deixou de ganhar em 2019, devido à eliminação precoce na Libertadores da América, o que pode fazer com que o Tricolor consiga alguns reforços pedidos pelo técnico Cuca. Vale lembrar que o São Paulo agia com pessimismo no mercado da bola, justamente com a alegação de não ter muito dinheiro para isto, atrelando à eliminação na Libertadores.

O contrato de Éder Militão e Real Madrid será válido até 2025.






Comente com sua conta do Facebook: