Douglas Costa
Foto: Reprodução/SporTV

As conversas entre a diretoria do São Paulo e Douglas Costa pareciam ter esfriado, mas ganharam novo fôlego. O jogador, que é visto com bons olhos no clube por atuar em um setor cuja carência já foi exposta por Rogério Ceni, encontra-se de férias neste final de temporada e teria pedido para analisar a proposta tricolor a partir do dia 5 de janeiro.

Após a queda de divisão com o Grêmio e uma polêmica extracampo no final do campeonato, em que a relação com o time gaúcho apresentou um período delicado, a saída de Douglas era dada como certa. Porém, o dirigente gremista Dênis Abrahão colocou em xeque a rescisão com o jogador – afirmando que só haverá negócio se for bom para ambas as partes.

Confira abaixo a declaração do cartola ou clique aqui.

O técnico Rogério Ceni, por sua vez, gostaria de contar com um jogador de velocidade nas pontas. Douglas Costa, nesse sentido, encaixaria como uma luva nas pretensões do treinador, que teria indicado nomes alternativos para a posição – como é o caso de David, do Fortaleza. Pesaria contra o camisa 10 gremista o alto salário e a questão física, mas, no primeiro caso, o clube estaria buscando a ajuda de investidores.

As informações sobre o pedido de tempo de Douglas Costa são do Globo Esporte. De acordo com a publicação, o jogador estaria aproveitando seus últimos dias de férias e teria solicitado um prazo para poder analisar o interesse do São Paulo. Além do time do Morumbi, o Atlético Mineiro seria outro provável destino do meia, caso resolva, de fato, deixar o Grêmio.

O São Paulo já conta no elenco com dois ex-companheiros do meia: Rafinha e Alisson. Além deles, o time estaria interessado em contar com o futebol de Ferreirinha, mas, apesar de o agente do atleta ter confirmado a procura do tricolor, considera como difícil a negociação.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorTricolor busca acordo com o Ceará, mas depende da vontade de Pablo
Próximo PostSão Paulo reavalia condição e Eder pode ser mantido em 2022
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.