Caminho do Tri-Hexa: Empate sem emoção

Em jogo válido pela vigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro de 2008, o clássico San-São foi disputado no Morumbi. O São Paulo, precisava da vitória para continuar sonhando com o título. Já o Santos, vinha de uma recuperação para escapar das últimas colocações da competição.

O jogo

Nesta partida, o técnico Muricy Ramalho tinha o desfalque de Hugo (suspenso). Por outro lado, contava com voltas importantes: na zaga, Miranda recuperado de uma lesão no joelho voltou a atuar ao lado de André Dias e Rodrigo. E do meia Hernanes que retornou da Seleção Brasileira Olímpica após a conquista do bronze nas Olimpíadas de Pequim na China.

Primeiro tempo sem muitas chances

A etapa inicial, foi de muito equilíbrio, mas com poucas chances. O São Paulo chegava mais ao ataque através de seus meias. Hernanes e Jean eram os responsáveis pela armação das jogadas. As melhores jogadas do Tricolor foram com os volantes. A primeira, Jean dominou pelo meio e arriscou o chute e a bola passou perto. A segunda, foi com o Hernanes. O camisa 15, dominou na intermediária, cortou Bida e, soltou um chute, mas a bola foi para fora. Melhor chance do São Paulo! O Santos ficou mais na defesa e arriscava sempre nas bolas paradas. Mas, a zaga são-paulina postou-se muito bem.

Fim do primeiro tempo com placar igual de zero a zero.

Segundo tempo com chances desperdiçadas 

A parte final, foi mais intensa e com boas chances. Aos 13’, após boa troca de passes pela direita, André Lima toca para Hernanes, que na linha de fundo faz um belo cruzamento para o camisa 19, que testou para fora e perdeu um gol incrível. Aos 30’, em tabela pela direita do ataque santista, Wendel avança pela área e fica sozinho. Mas, o lateral finaliza cruzado e o M1TO realiza uma bela defesa.

Ao todo a partida foi abaixo tecnicamente e o placar não saiu do zero. Resultado com placar sem gols. Com o empate, o São Paulo foi a 38 pontos e permanece na quinta posição na tabela.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro 2008

São Paulo 0 x 0 Santos – 23º rodada

São Paulo
Rogério Ceni, Rodrigo (Eder Luís), André Dias, Miranda, Joílson (Zé Luís), Jean, Hernanes, Richarlyson, Jorge Wagner, Borges e André Lima.
Técnico: Muricy Ramalho.

Santos
Douglas, Wendel, Fabiano Eller, Domingos, Kléber (Wesley), Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida, Michael (Carleto), Cueva (Molina) e Kléber Pereira.
Técnico: Márcio Fernandes.

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo – SP
Data: 31/08/2008
Horário: 16:00
Árbitro: Carlos Eugenio Simon (RS)
Assistente: Altemir Hausmann (RS)
Cartões Amarelos: Rodrigo (SPO) e Fabiano Eller (SAN)

Melhores Momentos

(Caso não esteja conseguindo visualizar o vídeo, clique aqui)

Confira os jogos anteriores

1ª Rodada – São Paulo 0 x 1 Grêmio
2ª Rodada – Athletico 1 x 1 São Paulo
3ª Rodada – São Paulo 1 x 1 Coritiba
4ª Rodada – Santos 0 x 0 São Paulo
5ª Rodada – São Paulo 5 x 1 Atlético/MG
6ª Rodada – Flamengo 2 x 4 São Paulo
7ª Rodada – São Paulo 1 x 0 Sport
8ª Rodada – Cruzeiro 1 x 1 São Paulo
9ª Rodada – São Paulo 1 x 1 Ipatinga
10ª Rodada – Náutico 2 x 1 São Paulo
11ª Rodada – São Paulo 2 x 1 Palmeiras
12ª Rodada – Vitória 1 x 3 São Paulo
13ª Rodada – São Paulo 2 x 1 Botafogo
14ª Rodada – Internacional 2 x 0 São Paulo
15ª Rodada – São Paulo 3 x 1 Portuguesa
16ª Rodada – Figueirense 1 x 1 São Paulo
17ª Rodada – São Paulo 4 x 0 Vasco
18ª Rodada – Fluminense 3 x 1 São Paulo
19ª Rodada – São Paulo 2 x 1 Goiás
20ª Rodada – Grêmio 1 x 0 São Paulo
21ª Rodada – São Paulo 3 x 1 Athletico-PR
22ª Rodada – Coritiba 2 x 2 São Paulo


Alan Ribeiro Gomes. Tenho 27 anos, formado em Jornalismo e atualmente faço graduação em Educação Física. A torcida pelo São Paulo Futebol Clube iniciou através de meu pai desde criança. A partida decisiva da final do Campeonato Paulista de 1998 foi um dos grandes marcos em minha vida. Ao longo dos anos, a paixão pelo tricolor só aumentou, independente de vitórias ou derrotas. Acompanhar o Clube da Fé é algo que faz parte da minha vida.

Foto: GE

Comente com sua conta do Facebook: