Caminho do Tri-Hexa: vitória suada no Morumbi

Em jogo válido pela vigésima nona rodada do Campeonato Brasileiro de 2008, o São Paulo recebeu o Náutico no estádio do Morumbi, em busca de sua terceira vitória consecutiva e se manter nas primeiras colocações do torneio.

O jogo

O técnico Muricy Ramalho manteve o esquema tático 3-5-2 em sua equipe, mas sem Rodrigo, deslocou Zé Luís na zaga ao lado de André Dias e Miranda. Nas alas, Joílson e Jorge Wagner e como volantes, Jean atuou ao lado de Hernanes. No setor ofensivo, Hugo centralizado, municiava Dagoberto e Borges no ataque.

Primeiro tempo com São Paulo no ataque

Desde os primeiros movimentos do duelo, os donos da casa, tomaram as ações da partida. Sempre variando as jogadas pelas alas com Jancarlos (que entrou no lugar de Joílson) e Jorge Wagner que foram muito acionados por serem os responsáveis pelos cruzamentos pelos lados do campo ou nas bolas paradas. Até pelo fato, do adversário estar bem postada atrás.

Dentro disso, os pernambucanos vieram à capital paulista, com a proposta de ficar postado na defesa e, explorando os contra golpes com o atacante Felipe na velocidade. Em alguns momentos do duelo, o atleta deu muito trabalho à defesa são paulina.

Etapa complementar com Tricolor com dificuldades e Hernanes decide a partida.

Durante o confronto, o Tricolor não conseguiu criar as jogadas pelo chão e encontrava muitas dificuldades para furar o bloqueio defensivo dos visitantes. Entre as alternativas, a possibilidade era o arremate de fora da área.

Aos 37 minutos da segunda etapa, Hernanes recebeu o passe de Borges e soltou um chute firme na entrada da intermediária. A bola saiu com efeito e foi direto no canto esquerdo da meta do arqueiro adversário. Um belo gol!!

O tento, garantiu a suada e importante êxito para os comandados de Muricy Ramalho mesmo sem mostrar um futebol convincente. O Tricolor chega aos 52 pontos na tabela. Agora, sobe para a quarta colocação e segue na luta pelo título brasileiro.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro 2008

São Paulo 1 x 0 Náutico – 29º Rodada

São Paulo
Rogério Ceni, Zé Luís, André Dias, Miranda, Joílson (Jancarlos), Jean, Hernanes, Jorge Wagner (Richarlyson), Hugo, Dagoberto (André Lima) e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

Náutico
André Sangalli, Adriano, Tite, Everaldo, Alessandro, William da Silva (Clodoaldo), Derley, Hamilton, Reinaldo Silva (Geraldo), Ruy e Felipe(Gilmar)
Técnico: Roberto Fernandes

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo – SP
Data: 09/10/2008
Horário: 20:30
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo
Assistentes: Alcides Zawaski Pazetto (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões Amarelos: André Dias (SPO), Hernanes (NAU), Reinaldo (NAU) e Willian (NAU)
Gol: Hernanes 37’ do segundo tempo

Melhores Momentos

(Caso não consiga visualizar o vídeo, clique aqui)

Confira os jogos anteriores

1ª Rodada – São Paulo 0 x 1 Grêmio
2ª Rodada – Athletico 1 x 1 São Paulo
3ª Rodada – São Paulo 1 x 1 Coritiba
4ª Rodada – Santos 0 x 0 São Paulo
5ª Rodada – São Paulo 5 x 1 Atlético/MG
6ª Rodada – Flamengo 2 x 4 São Paulo
7ª Rodada – São Paulo 1 x 0 Sport
8ª Rodada – Cruzeiro 1 x 1 São Paulo
9ª Rodada – São Paulo 1 x 1 Ipatinga
10ª Rodada – Náutico 2 x 1 São Paulo
11ª Rodada – São Paulo 2 x 1 Palmeiras
12ª Rodada – Vitória 1 x 3 São Paulo
13ª Rodada – São Paulo 2 x 1 Botafogo
14ª Rodada – Internacional 2 x 0 São Paulo
15ª Rodada – São Paulo 3 x 1 Portuguesa
16ª Rodada – Figueirense 1 x 1 São Paulo
17ª Rodada – São Paulo 4 x 0 Vasco
18ª Rodada – Fluminense 3 x 1 São Paulo
19ª Rodada – São Paulo 2 x 1 Goiás
20ª Rodada – Grêmio 1 x 0 São Paulo
21ª Rodada – São Paulo 3 x 1 Athletico-PR
22ª Rodada – Coritiba 2 x 2 São Paulo
23ª Rodada – São Paulo 0 x 0 Santos
24ª Rodada – Atlético-MG 1 x 1 São Paulo
25ª Rodada – São Paulo 2 x 0 Flamengo
26ª Rodada – Sport 0 x 0 São Paulo
27ª Rodada – São Paulo 2 x 0 Cruzeiro
28ª Rodada – Ipatinga 1 x 3 São Paulo


Alan Ribeiro Gomes. Tenho 27 anos, formado em Jornalismo e atualmente faço graduação em Educação Física. A torcida pelo São Paulo Futebol Clube iniciou através de meu pai desde criança. A partida decisiva da final do Campeonato Paulista de 1998 foi um dos grandes marcos em minha vida. Ao longo dos anos, a paixão pelo tricolor só aumentou, independente de vitórias ou derrotas. Acompanhar o Clube da Fé é algo que faz parte da minha vida.

Foto: GloboEsporte.com

Comente com sua conta do Facebook: